Apresentação do Cordel Jeito diferente de falar

terça-feira, 10 de julho de 2018

quinta-feira, 5 de julho de 2018

terça-feira, 3 de julho de 2018

Grêmio Estudantil



  Quero com todos falar
De um tema importante
Que envolve a escola
E também o estudante
É o Grêmio Estudantil
Esse assunte é relevante.

Com base na LDB
Que rege a educação
Preparando a escola
Para uma nova gestão
Tornando-a democrática
Com mais participação.

Nesse novo contexto
Que está em construção
Envolve toda a escola
Auxiliando a gestão
Comunidade escolar
E o Grêmio diante mão.

Com o Grêmio Estudantil
Todos só têm a ganhar
A escola e estudantes
Unidos pra melhorar
A união faz a força
Se a gente acreditar.

Com o Grêmio em ação
Aluno tem voz e vez
Firmando as parcerias
Munidos de sensatez
Entra em cena o diálogo
Sai de cena a rigidez.

Quando o Grêmio funciona
A escola tem mais vida
A gestão é democrática
Ideias são acolhidas
O saber, arte e desporto
Tão misturadas e unidas.
  
Por isso nesse repente
Trago essa reflexão
De mãos dadas na escola
Aluno, professor e gestão
Com o Grêmio Estudantil
Ganha força a educação!!!


Refrão:
Parabéns ao estudante
Desse querido Brasil
Ganha força a escola
Com o Grêmio Estudantil!!!

Juarês Alencar Pereira.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Homenagem a Adriana pelo seu Cinquentenário




Adriana Feliz Cinquentenário...

Parabéns a nossa amiga
Colega muito bacana
Cheia de várias facetas
Mística, hippie e cigana...
Ainda têm outras faces
Pratica barras de ACCESS
Nossa eclética Adriana...

Ela é espirituosa
Segui assim nesse afã
Tornou-se filha de santo
O seu nome é Iansã
Cercada de todo mistério
Leva sempre tudo a sério
É cheia de muitos fãs...

Essa amiga Adriana
Toda lorde e granfina
Virou mulher de negócios
E o forró lhe fascina
Pros outros quebra o galho
Mesmo estando em trabalho
Ela é mesmo gente fina...

Diz-se ser filha de peixe
Mas peixe ela né não...
Ela é irmã de Rosário
Só não têm o seu corpão...
Diz ser magra por ter zelo
Só pensa em ser modelo
Top model da educação.


Parabéns Adriana
Por meio século de vida
Pessoa espetacular
E também extrovertida
Mulher de fibra e guerreira
Amiga e companheira
Desejamos-lhe sobrevida!

A Gerência de Cultura
Com você vem se alegrar
Seu feliz cinquentenário
Vamos juntos festejar
E a trupe da cultura
Embarca nessa aventura
Pra te parabenizar!

Autor: Juarês Alencar

MOVIMENTO PELA VIDA





Taquaruçú tá em festa
E com amor nos convida
Renovação e esperança
Nesse encontro tem guarida
Mergulhe nessa energia
Do movimento pela vida...

Serão dias inesquecíveis
De uma busca interior
Pra vencer os desafios
Desse mundo opressor
Experiências e meditação
Com paz, fé e amor...

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Cordel Vencedor do Sarau Literário Aluzivo aos 150 do S. João do Araripe



A PROMESSA DO BARÃO DO EXU-PE



O nosso belo Araripe
De história e tradição
Reduto alencarino
Relicário do Barão
Que fez promessa com fé
E a cólera não tomou pé
Em Exu nosso sertão.

Nas paragens de Exu
Com o Brígida a margear
Muita história ocorreu
Que dá gosto relembrar
Uma delas é a promessa
Que o Barão fez com pressa
Pra da cólera nos livrar.

Contemplando o milagre
Se encheu de gratidão
Contratou logo arquiteto
Deu início a construção
O Barão que não se cansa
Mando buscar na França
A imagem de São João.

Foi no século dezenove
Quando o fato aconteceu
No ano sessenta e oito
A inauguração ocorreu
Com festejos a São João
Até a quarta geração
Pois o barão prometeu.

Cumpriu-se assim a promessa
Com o barão e os descendentes
Sem nunca falhar os festejos
Até o tempo presente
Além da quarta geração
Permanece a tradição
Pelo clã remanescente.

Assim a família Alencar
Permanece a guardiã
E todo ano se reúne
Num verdadeiro afã
Com amigos e parentes
Junto aos descendentes
Do Barão e todo clã.

Cada ano se repete
Com a mesma maestria
Preservando a tradição
Dessa tão nobre família
Enquanto tiver Alencar
Os São João vão festejar
No Araripe com alegria...

A bela vila Araripe
Preserva o seu cenário
E celebra hoje em festa
O seu sesquicentenário
E relembra todo ano
Desde Gualter Martiniano
Seguindo o itinerário...

Não temos mais os Gonzagas
Com toda animação
Com Januário e Santana
Fiéis dessa devoção
Ficou tudo na memória
Eternizados na história
Na voz do Rei do Baião.

Não temos mais o seu Sete
Sinharinha dos canários
Nova, Nenem e Baia
Presentes no novenário
Seu Clóves, Sinhá e Ita
Que saudade infinita
Martim, Brígida e Nazário...

Foi nesse belo recanto
Que dá gosto relembrar
Viveram grandes nobres
Que é orgulho do lugar
Bárbara a grande heroína
E o Barão que nos fascina
E o Gonzagão a cantar...

Com a família reunida
E a promessa confirmada
Diante desse milagre
Com a fé testificada
A família Alencar
Faz questão de preservar
Essa festa animada.

São cento e cinquenta anos
De cultura e tradição
Com Gualter Martiniano
Nosso saudoso Barão
Seus feitos estão na história
E inspirou a trajetória
Do eterno gonzagão!

Essa tal peste de cólera
Que assolou a região
Deixando um rastro de morte
Uma insana maldição
No Exu domínio seu
Nem um óbito ocorreu
Com a promessa do barão.

E depois de tanto tempo
Todo junho é tradição
Os Alencar continuam
Com essa celebração
Reunindo os descendentes
Até o tempo presente
Além da quarta geração.

Juarês Alencar Pereira.