Apresentação do Cordel Jeito diferente de falar

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

NOVAS PUBLICAÇÕES DE LITERATURA DE CORDEL

No final de Dezembro ficaram prontos os novos cordéis: Pluralidade Cultural e Mitos Lendas e Crendices e também as novas edições de: A Rapadura, Jeito Diferente de Falar(PE x TO)e Conhecendo o Cordel. Vale a pena conhecer, adquira já o seu na GEP livraria em Palmas, Araguaína e Gurupi.
Confira abaixo trechos dos novos cordéis:

Pluralidade cultural

O nosso país é exemplo
Da grande diversidade
Por sua rica cultura
Sinal de brasilidade
Com todas as diferenças
Mostra a sua pluralidade.

Terra dos muitos sotaques
Cores e manifestações
E com as várias etnias
Preservando as tradições
As diferenças existem
Entre as várias regiões.

Nordestino fala oxente
Que é próprio da região
O mineiro fala uai...
Com muita satisfação
O gaucho já fala thê
E numa forte expressão.

LENDAS MITOS E CRENÇAS

Relato nesse cordel
Todo o eixo imaginário
Destaco mitos e crenças
E tudo que é lendário
São elementos relevantes
Nos estudos importantes
Contos que são relicários.

Existem em nossa cultura
Destaco aqui com franqueza
Valores e tradições
Que são de grande beleza
Elementos do folclore
Embora pouco se explore
Dispomos dessa riqueza.

Nesse eixo se evidencia
Fértil imaginação
Dos que nos antecederam
Deixando essa tradição
Herança de uma cultura
Para as gerações futuras
De grande contribuição.

As lendas mitos e crenças
Vem desde antigamente
Presente no Egito e Grécia
Este povo inteligente
Com os seus deuses lendários
E culto ao imaginário
Crendo assim firmemente.

A RAPADURA

Quero lhe apresentar
Uma verdadeira doçura
Ela é muito popular
E tem consistência dura
É claro que estou falando
Da gostosa rapadura.

Já se tornou iguaria
E faz parte da cultura
Bem desde antigamente
Tem essa nomenclatura
Produzida no engenho
Em alta temperatura.

A importância econômica
Ta registrada na história
Nos tempos coloniais
Era verdadeira glória
Nos livros eu comprovei
Armazeno na memória.

A sua produção iniciou
No Brasil colonial
Sendo a matéria prima
Vinda do canavial
Toda a sua produção
Era bem artesanal.