Apresentação do Cordel Jeito diferente de falar

terça-feira, 5 de julho de 2011

CASAMENTO MATUTO DO ARRAIÁ CORDEL ENCANTADO DRE-COLINAS


Cerimõnia do casamento.


Famía da noiva
CASÓRIO – DE JESUINO FUGUETÃO E AÇUCENA DOROTEA.
Convite:

Boa noite pessoá
Que trabaia nessa Andrea
Que tão aqui no arraiá
Pro casório de Dorotéa
Pra saí do Caritó
Pra quinum fique tão véa

Na presença das famía
Importante da região
Da parte do noivo é
A raça dos Fuguetão
E pelo lado da noiva
Os famoso buracão.

Pai da noiva:

Rumbora logo muié
E se avexe sua abestada
Pra pegar aquele atôa
Pra ver nossa fia casada.

Mãe da noiva:

Tu Num vê que já tou indo
Deixe de ser aperriado
Açucena casa hoje
Com esse tal pé rapado.

Pai da noiva:

Cadê as otoridades
Qui rege esse povoado
Num se vê puliciá
Muito menos delegado

Delegado:

Oxente... pessoá eu to aqui
O que mermo tá pegando?
Vão dizendo qual é o nó
Que logo vou desatando.

Mãe da noiva:

A nossa fia tão novinha
A coitadinha inocente
Se iludiu com fuguetão
Que logo lhe passou o pente

Pai da noiva:

Saiba que nessa famia
Moça não fica perdida
Então... ele casa ou morre
Nossa raça é decidida.

Pai do noivo:

Mô fio fale a verdade
Tu buliu na coisa alêa
Então tu casa agora
Ou tu vai levar é pêa.

Mãe do noivo:

Ela qui corria atrás
E não sossegava o facho
E fuguetão num é mole
É mermo é cabra macho.

Noiva:

Disso eu tenho certeza
Qui cabra macho ele é
Ele me fez vê o mundo
E me fez também mué.

Noivo:

Já que num tem outro jeito
Vô ter mermo qui casar
Ainda bem qui Doroteia
Num é mué de se injeitar.

Noiva:

Então chame logo o juiz,
O padre ou delegado
Pra fazer o enlaçamento
Com esse cabra arretado.

Pai da Noiva:

Já que entramo num acordo
Vamo assinar os papé
E num sinal de cumprimisso
Vamo butá os ané.

Carmozina:

Mainha e painho
Se nossa irmã vai casar
Quero ser dama de honra
E as alianças levar.

Cinira:

Vamos logo começar
Chamem o retratista
Carmozina vai ser dama
Eu quero ser a florista.

Juiz:

Conforme a Lei dos ome
Eu já declaro casado
Dorotea e Fuguetão
No livro já tá lavrado.

Padre:

É de acordo a Lei Santa
Vos declaro abençoado
Que seja sempre fieis
Isso fica consumado

Pai da Noiva:

Agora é a festança
Os noivos já tão casado
Ramos todo aproveitar
O arraiá encantado.