Apresentação do Cordel Jeito diferente de falar

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

ENEM




Caro brother estudante
Tá chegando o ENEM
Vamos sim ficar atentos
Em novembro prova tem
Quem estuda faz sucesso
Não tem páreo pra ninguém.

Invista no seu futuro
Que é sucesso garantido
Se concentre nos estudos
Esse é o melhor partido
Depois o resto é só lucro
Você fez por merecido.

Se alguma dúvida surgir
Consulte logo o edital
O ENEM deixa bem claro
Para ninguém se dar mal
Siga essas instruções
Pra ficar tudo legal...

A você caro estudante
No ENEM fique ligado
Se antene nessas dicas
Para não ficar rodado
Pense bem no seu futuro
Pra não ser mais um ferrado...

Nos dias que antecedem
O ENEM nosso provão
Requer aos participantes
Que tenham muita atenção
Uma alimentação maneira
E foco na revisão...
E na véspera do ENEM
Amigo fique ligado
Não saia para a balada
Para não ficar cansado
Faça breve revisão
Procure tá concentrado...

Faça já um check list
Quero sim lembrar você
Para não passar vexame
Procure se precaver
Essas dicas valem ouro
Faça logo esse dever...

Não esqueça caro amigo
Separe logo a caneta
A famosa esferográfica
Lembre-se que é tinta preta
Sendo a mesma transparente
Para evitar mutreta...

Se liga nessa parada
Desligue seu celular
E outros itens eletrônicos
Pra sala não vá levar
O boné e similares
Não é permitido usar...

Pra quem vai de coletivo
Te aviso diante mão
É melhor ficar ligado
Redobre sua atenção
Pois quem ficar distraído
Pode perder o buzão ...

Quem perder a condução
Busque uma carona esperta
Só não pode se atrasar
Nem que corra feito atleta
Ou apele pra um amigo
Que passar de bicicleta...

Nos dias de prova do ENEM
Se orienta meu irmão
No Tocantins não tem
O horário de verão
Pois ao meio- dia em ponto
Será fechado o portão...

Não entre nessa enrascada
Garanta seu livre acesso
Chegue com antecedência
E não faça o inverso
Só depende de você
Pra no ENEM ter sucesso.

Deixamos esse recado
Através desse cordel
A você caro estudante
Cumpra bem o seu papel
Para quem tirar de letra
Tiro também meu chapéu...


Autor: Juarês Alencar Pereira